Author - admin

Energia Solar no Setor Acadêmico em Florianópolis – Santa Catarina

O estado de Santa Catarina conta também com a força acadêmica trabalhando para expandir as fronteiras da energia solar. O Grupo de Pesquisa Estratégica em Energia Solar da Universidade Federal de Santa Catarina – FOTOVOLTAICA–UFSC, desenvolve estudos nas mais diversas áreas de aplicações da energia solar no Brasil, com foco principal em sistemas fotovoltaicos. O Coordenador dos estudos é o Ph.D Prof. Ricardo Rüther que conta com uma equipe de profissionais brilhantes. Visite o site do Fotovoltaica – UFSC

Fonte: http://fotovoltaica.ufsc.br/sistemas/fotov/
Leia mais...

Sustentabilidade e economia atraem consumidores para a energia solar

O sol é uma fonte com potencial para produzir energia elétrica de forma econômica e sustentável e o Brasil tem um grande potencial fotovoltaico. De acordo com Luís Guilherme Campos de Oliveira, sócio proprietário de uma empresa de energia solar em São Roque (SP), a economia pode chegar a até 95% na conta de energia por mês.

“O painel solar produz mais ou menos energia de acordo com a radiação do local, mas todas as casas e empresas podem ter energia solar”, explica Oliveira. “A Alemanha foi uma das pioneiras nesse ramo e no local com menos sol no Brasil tem 30% a mais de potencial fotovoltaico do que no lugar com mais sol na Alemanha”, afirma.

O governo brasileiro vem estudando formas de impulsionar a geração solar fotovoltaica no país, conforme afirmou o ministro de Minas e Energia, Fernando Coelho Filho, na abertura de um evento relacionado ao tema. O Brasil deve integrar o ranking dos 20 maiores produtores de energia solar em 2018, segundo o boletim “Energia Solar no Brasil e no Mundo – Ano de Referência – 2015”, publicado pelo Ministério de Minas e Energia (MME). China, Estados Unidos e Alemanha são os países que têm mais potência instalada atualmente, segundo o Portal Brasil, do Governo Federal.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/sao-jose-do-rio-preto-aracatuba/mercado-imobiliario-do-interior/noticia/2016/08/sustentabilidade-e-economia-atraem-consumidores-para-energia-solar.html
Leia mais...

No Chile, a energia solar é tanta que a eletricidade é grátis

Nem só na Europa se está a produzir energia renovável em níveis nunca antes vistos.

Depois das notícias sobre a produção histórica em Portugal e na Alemanha, surgem agora dados vindos da América do Sul que espelham a importância cada vez maior da eletricidade extraída de fontes sustentáveis a longo prazo.

De acordo com a Boomberg, o Chile conseguiu produzir até abril energia solar suficiente para garantir eletricidade gratuita em algumas regiões do país durante 113 dias do ano. Tendo em conta que nos primeiros quatro meses do ano houve 121 dias, apenas em oito dias de 2016 o Chile não teve energia solar suficiente para garantir eletricidade a custo zero.

A explicação é simples: na parte norte do Chile, o deserto de Atacama está sujeito a exposição solar prolongada e intensa durante a esmagadora maioria dos dias e por isso as centrais solares instaladas na região produzem quantidades enormes de eletricidade. Devido à ausência de ligação entre as centrais do norte e do sul do Chile, a energia elétrica produzida no deserto não pode ser distribuída por todo o país e por isso tem de ser distribuída de forma gratuita para escoar a produção.

O lado negro surge para os produtores. Sem capacidade de vender a eletricidade excessiva a quem precisa, os distribuidores são obrigados a assumir perdas com a disponibilização gratuita aos consumidores.

Já existe um compromisso do governo chileno para construir uma rede de ligação entre as centrais energética do país até 2017, uma realidade que deverá permitir uma queda generalizada dos preços no país mas que provavelmente impedirá muitos consumidores de conseguir eletricidade grátis.

Fonte: noticiasaominuto.com
Leia mais...

WEG vai fornecer sistemas fotovoltaicos para 44 agências da Caixa Econômica Federal

Companhia vai fornecer todo o pacote elétrico, mão-de-obra de instalação, projetos e engenharia, além de manutenção do sistema pelos próximos três anos.
A WEG S.A. (Bovespa: WEGE3 / OTC: WEGZY) anuncia que venceu o processo de licitação para fornecimento de sistemas fotovoltaicos para 44 agências da Caixa Econômica Federal em todo Brasil.

O projeto, coordenado pela Caixa Econômica Federal de Bauru, consiste na construção de sistemas de geração fotovoltaica em 42 unidades no estado de São Paulo e duas unidades no Distrito Federal. Juntos os sistemas somarão 3.360 kWp (quilowatts-pico) em capacidade de geração, com investimentos de R$ 26 milhões.

A WEG vai fornecer todo o pacote elétrico, mão-de-obra de instalação, projetos e engenharia, além de manutenção do sistema pelos próximos três anos. As entregas devem ocorrer até meados de 2017.

“Essa é a segunda vez que fornecemos soluções de energia solar para a Caixa Econômica. Em 2013 instalamos 276 painéis fotovoltaicos em uma agência no município de Vazante, em Minas Gerais. O resultado foi tão positivo que a previsão é de, além deste projeto de 44 agencias, outros projetos sejam lançados em breve”, explica Manfred Peter Johann, Diretor Superintendente da WEG Automação.

Fonte: http://www.weg.net/br/Media-Center/Noticias/Produtos-e-Solucoes/WEG-vai-fornecer-sistemas-fotovoltaicos-para-44-agencias-da-Caixa-Economica-Federal
Leia mais...